A Yellow, empresa de aluguel de bicicletas e patinetes lançada em agosto deste ano, anunciou uma ação para ajudar a mobilidade na marginal Pinheiros, em São Paulo. A região sofre com o trânsito desde a interdição de um viaduto próximo do acesso à marginal Tietê e à rodovia Castelo Branco, principal ligação da Grande São Paulo com o interior paulista.

A companhia anunciou que colocará à disposição do público 600 novas bicicletas e deixará de cobrar o aluguel pelas corridas na região da marginal Pinheiros.

As bicicletas extras já estão circulando e a gratuidade vale para as corridas de até 30 minutos, a todos os usuários que as estacionarem nas proximidades das estações de metrô ou trem Butantã, Imperatriz Leopoldina, Granja Julieta, Pinheiros e Santo Amaro, identificadas no aplicativo. A ação vale até o final do mês e pode ser ampliada para o mês de dezembro.

A área de aluguel dos patinetes, por sua vez, foi ampliada. Antes restrita à Vila Olímpia, agora ela abrange trechos dos bairros Brooklin, Chácara Santo Antônio, Pinheiros, Cidade Monções e Vila Madalena.

Como funciona

O serviço permite que os usuários alguém suas bicicletas a partir dos aparelhos celulares. Para isso, basta destravarem cadeados das bicicletas por QR code. Ao final do uso, o cliente pode deixar a bicicleta em qualquer rua, em vagas comuns de veículos, de área determinada da cidade para que outro usuário do serviço utilize.

A proposta é diferente de serviços como Ciclo Sampa, apoiado pela Bradesco Seguros, e o Bike Sampa, patrocinado pelo Itaú Unibanco, em que os usuários precisam deixar as bicicletas em pontos específicos ao final do uso. O valor normal do aluguel da bicicleta é de R$ 1 a cada 15 minutos de viagem.

Fonte Oficial: UOL

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.