A Xiaomi liderou as vendas de smart TVs na China no mês de agosto de 2019, de acordo com ranking e pesquisa da Avi Cloud (AVC). Já as posições seguintes da lista, também são ocupadas em sua maioria por companhias do país asiático: Skyworth, Hisense, TCL, Changhong, Haier, Konka, Cool, Philips e Samsung. Porém, o domínio da Xiaomi nesse setor não começou no período indicado.

Segundo dados de outras instituições de pesquisa, como: Aoweiyun.com, Qunzhi Consulting e Zhongyikang, a gigante foi ainda a marca preferida dos compradores chineses durante todo o primeiro semestre de 2019. É importante ressaltar que a empresa é também a mais comercializada na Índia, onde começou fornecer televisores há poucos anos.

Xiaomi revela segredo do sucesso

Lei Jun, CEO da companhia, apontou em um comunicado anterior que esse sucesso se deve à “inovação contínua” empregada em seus aparelhos. Exemplo disso seria sua Xiaomi Mural TV de 65’’, que venceu a categoria de “Inovação para TV em cores” do prêmio China Intelligent Display and Innovation Application Industry Conference.

Já Lu Weibing, presidente da marca Redmi, revela que a visibilidade seria despertada pela integração de quatro fatores: sistema de fácil uso, amplo catálogo de conteúdo, suporte a dispositivos IoT e elevada qualidade.

Smart TVs da gigante contam com interface própria. (Fonte: Xiaomi/Divulgação)

Assim como os celulares, as TVs da Xiaomi possuem interface própria, a MIUI TV, baseada no sistema Android TV. Esses dispositivos ainda vêm de fábrica com um recurso chamado PatchWall, desenvolvido para uma experiência mais interativa e inteligente entre usuários e televisores.

Embora ofereça uma série de marcas e linhas de TVs de sucesso, a Xiaomi não comercializa esses aparelhos em todo o mundo. Por enquanto, não há previsão da chegada desses eletrônicos em outros países.

Fonte Oficial: TecMundo.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.