As cidades de Montevidéu e Punta del Este, no Uruguai, receberam 146 cruzeiros entre dezembro de 2018 e abril de 2019, quase 5% a mais do que na temporada anterior. Foram 256 mil visitantes, que gastaram US$ 9,6 milhões no país, um incremento de 24% em relação ao ano anterior. Para a próxima temporada, a expectativa é que cerca de 200 navios turísticos atraquem no país.

Este ano, o Uruguai recebeu o título de melhor destino de cruzeiros da América do Sul, segundo a organização World Travel Awards. No ano passado o ganhador foi a Argentina.

Para Liliam Kechichian, ministra do Turismo do Uruguai, os cruzeiros colaboram para a promoção dos destinos locais, uma vez que muitos turistas, inclusive brasileiros, acabam por voltar ao país posteriormente, em outras modalidades mais convencionais, com familiares e por mais dias. Cerca de 70% dos turistas que vieram ao Uruguai em cruzeiros estavam vindo ao país pela primeira vez.

Das 256 mil pessoas que atracaram no país na última temporada, 55% chegaram por Montevidéu e 45 % por Punta del Este. A quantidade de turistas foi 5,7% maior do que em 2017-2018.

A capital, Montevidéu, recebeu cerca de US$ 6 milhões, dos quais US$ 2 milhões foram gastos pelos turistas brasileiros (51 mil pessoas) e quase US$ 1 milhão, pelos argentinos (37 mil pessoas). Os americanos (22 mil) que desembarcaram no Uruguai gastaram cerca de US$ 1,3 milhão.

Punta del Este recebeu 115 mil turistas, que gastaram US$ 3,5 milhões, sendo que 60% eram brasileiros e 33%, argentinos. Quanto aos gastos, os brasileiros ficaram responsáveis por 65% do total.

Gastos per capita

Em relação ao gasto per capita dos visitantes, também houve crescimento: US$ 37, 17% a mais do que no ano anterior.

Quanto aos atrativos, entre os desembarcados em Punta del Este, 26% elogiou as praias e as ramblas (vias à beira-mar na costa do Uruguai), e 15% elogiaram as pessoas e a cordialidade. Já em Montevidéu, 20% dos entrevistados elogiaram as pessoas e a cordialidade e 18%, a arquitetura e os monumentos. Nos dois destinos, cerca de 68% dos entrevistados disseram que nada os desagradou. Entre as reclamações estão preços, higiene e câmbio.

Em relação ao sexo, 60% dos visitantes eram mulheres. Em Montevidéu, 38% dos turistas tinham mais de 60 anos, enquanto que em Punta del Este essa mesma faixa etária representou 27%.

De acordo com o estudo, realizado pelo Departamento de Estatística do Ministério do Turismo do Uruguai, foram feitas 2.864 entrevistas, das quais 1.800 no Porto de Montevidéu e 1.064 em Punta del Este.

Brasil

De acordo com o Ministério do Turismo do Brasil, os sete navios que percorrem a costa atingiram 100% de ocupação na temporada de 2018/2019, finalizada no início de abril. O impacto estimado na economia do país ultrapassa os R$ 2 bilhões, com aproximadamente 30 mil empregos gerados.

Os dados fazem parte de um levantamento preliminar da Associação Brasileira de Cruzeiros Marítimos (Clia Brasil), divulgado em abril deste ano. Os dados consolidados devem ser publicados em agosto.

Foram mais de 500 mil leitos ofertados nos cruzeiros no Brasil, 15% acima do período 2017/2018. Há previsão de que o crescimento continue na próxima temporada, com um aumento de 6% na oferta, que deve ultrapassar os 530 mil leitos.

 

Edição: Fernando Fraga

Fonte Oficial: Agência Brasil.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.