As taxas de juros das operações de crédito caíram pelo segundo mês consecutivo em maio de 2020, de acordo com pesquisa da Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac).

As linhas de crédito pesquisadas tiveram as taxas de juros reduzidas no mês de maio. Para pessoa física, a taxa de juros média geral apresentou uma redução de 0,04 ponto percentual no mês, ao passar de 5,73% ao mês em abril para 5,69% em maio. A queda corresponde a 0,70% no mês.

No caso de pessoa jurídica, a taxa de juros média teve queda de 0,04 ponto percentual no mês (0,67 ponto percentual no ano) correspondente a uma redução de 1,29% no mês, ao passar 3,10% ao mês em abril para 3,06% ao mês em maio.

Segundo o diretor executivo de estudos e pesquisas, Miguel José Ribeiro de Oliveira, as reduções podem ser atribuídas a fatores diversos: redução da Taxa Básica de Juros (Selic) promovida pelo Banco Central na última reunião do Copom; expectativa de novas reduções frente a um cenário de inflação baixa e recessão econômica; redução dos depósitos compulsórios promovida pelo Banco Central; operações de crédito com juros baixos e aportes do governo para pagamento de folhas das empresas pequenas e médias; renegociação de dívidas com juros menores; e redução de juros para não agravar ainda mais o quadro de inadimplência e solvência das empresas e pessoas físicas.

“Para os próximos meses a perspectiva é haja um aumento das taxas das operações, isso por causa da piora do cenário econômico com maior risco de crédito e da elevação da inadimplência. Mas as ações do Banco Central podem amenizar essas altas, como se houver a redução de impostos, compulsórios e reduções da Selic.”

Fonte Oficial: Agência Brasil.

Comentários

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.