A Starbucks, que busca estimular o crescimento das receitas em seu mercado doméstico, expandirá seu serviço de entrega para mais de 2.000 unidades nos EUA no ano que vem.

A empresa está ampliando a parceria atual com o UberEats, iniciada em setembro em Miami, para se concentrar em sete áreas metropolitanas, disse a diretora de operações, Roz Brewer.

Com a crescente popularidade da venda para viagem e das entregas, a parceria com o UberEats pode impulsionar a Starbucks, cujas vendas nas mesmas lojas nos EUA subiram apenas 2 por cento no ano fiscal 2018 — contra 3 por cento no ano anterior e 6 por cento no ano fiscal 2016. Mas resta saber se o apetite dos americanos por serviços de entrega irá além das refeições tradicionais e englobará o café matinal e os alimentos mais leves oferecidos pela Starbucks.

A rede já comunicou o fechamento de cerca de 150 unidades nos EUA neste ano fiscal, mas ainda registra crescimento líquido. A Starbucks abrirá cerca de 350 novos cafés no mesmo período, informou a empresa nesta quinta-feira. As inaugurações se concentram na região Centro-Oeste e no Cinturão do Sol dos EUA com novas unidades com drive-thru, disse Brewer.

A empresa está fazendo experimentos também com unidades menores que aceitam apenas pedidos e pagamentos feitos por celular. Atualmente, há um café desse tipo no Empire State Building e outro na sede da Starbucks, em Seattle, disse Brewer. Além disso, a empresa acaba de abrir uma torrefação de alto padrão na cidade de Nova York — tudo isso como parte do esforço para desafiar as concepções a respeito do que pode ser a Starbucks.

Fonte Oficial: Exame.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.