Na seção “Pergunte ao consultor”, especialista explica como o empreendedor pode manter a renda mesmo com o fim do auxílio emergencial
(Arte: TUTU)

O ano de 2021 traz mudanças para o Microempreendedor Individual (MEI) no cálculo do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS), imposto mensal com base no salário mínimo imposto mensal, e na busca por crédito. Essa e outras alterações que estão em discussão são o destaque do Expresso MEI de fevereiro.

A edição de número 8 ainda afirma que o empresário deve ficar atento para aproveitar as datas comemorativas e alavancar as vendas, pois tais dias já importantes no calendário devem estar em evidência na pandemia.

Veja outros assuntos relacionados ao microempreendedor
Fuja dos erros mais comuns e se torne um MEI com muitas chances de sucesso
Dicas para o MEI estruturar seu comércio eletrônico; reveja o webinário
Resolução dispensa alvará para microempreendedor

A publicação apresenta indicações de cursos gratuitos, a maioria online, no Empreenda Rápido – programa do Governo do Estado de São Paulo em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-SP). São oferecidas oficinas de vendas, noções de como manter o caixa da empresa saudável, entre outros, com o foco em preparar o MEI para atuar na crise.

Na seção “Pergunte ao consultor”, Kelly Carvalho, assessora econômica da FecomercioSP, explica como o empreendedor pode manter a renda mesmo com o fim do auxílio emergencial, que deixou de ser pago pelo governo federal para as famílias brasileiras.

O acesso ao Expresso MEI é gratuito. Para acessar o conteúdo completo, clique aqui e se cadastre.

 

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.