A produção brasileira de grãos na safra 2018/19 deve alcançar o número recorde de 242,1 milhões de toneladas, o que corresponde a um aumento de 6,4% em comparação com o período anterior. Os dados fazem parte dos doze últimos levantamentos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e foram divulgados nesta terça-feira (10). De acordo com o boletim, o crescimento deve-se à maior produção nas culturas de algodão e milho.

No caso do algodão, com a colheita praticamente encerrada, a pesquisa revelou um crescimento de 35,9% na produção. Quanto ao milho, espera-se que ele atinja 100 milhões de toneladas, com previsão de produção recorde de 73,8 milhões de toneladas na segunda safra. A soja sofreu redução de 3,6% em relação à safra 2017/18, mas, ainda assim, tem a segunda maior produção na série histórica da Conab. Outros grãos que apresentaram queda foram feijão e arroz, com 3% e 13,4%, respectivamente.

O estudo ainda indicou aumento de 2,4% na área de plantio em 2018/19 ante 2017/18, totalizando 63,2 milhões de hectares. Os maiores aumentos foram na segunda safra de milho, com 1,1 milhão de hectares; na soja, com 724,9 mil hectares; e no algodão, com 443,5 mil hectares.

Fonte Oficial: Gazeta do Povo

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.