publicado:
20/02/2019 09h10


última modificação:
20/02/2019 09h39

A Alfândega da Receita Federal do Brasil no Porto de Santos frustrou ontem, 19 de fevereiro, a tentativa de envio ao exterior de 684 kg de cocaína.

A droga estava acondicionada em tabletes, agrupados em bolsas pretas (total de 23), escondidas em “big-bags” (grandes sacas para acondicionar granéis). A carga regular dos “big-bags” era de corindo artificial (mineral a base de óxido de alumínio) e seu destino era o porto de Antuérpia, na Bélgica.

A seleção da carga para conferência é resultado da análise de risco baseada em critérios específicos, inclusive fazendo o uso de imagens não intrusivas (obtidas através do escaneamento de contêineres). Essa inspeção contou com o apoio de um dos cães de faro da Unidade, que sinalizou positivamente quanto à contaminação da carga.

Suspeita-se da técnica criminosa denominada “rip-on/rip-off”, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.

A droga interceptada pela Receita Federal foi entregue à Delegacia de Polícia Federal de Santos, que prosseguirá com as investigações.

Fonte Oficial: Receita Federal

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.