A carga regular tratava-se de café verde, tipo arábica, a granel, destinada a Antuérpia/Bélgica.


publicado:
15/10/2019 16h30


última modificação:
16/10/2019 14h32

Em ação de vigilância ocorrida na tarde de hoje, 15 de outubro, no pátio de contêineres de um terminal portuário situado na margem esquerda do Canal do Porto de Santos, Equipes da Receita Federal localizaram 364 kg de cocaína no interior de um contêiner destinado à Europa.

A carga regular tratava-se de café verde, tipo arábica, a granel, destinada a Antuérpia/Bélgica, e foi selecionada para conferência através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva por escâner.

Equipes K9 (condutoras de cães de faro), tanto da Alfândega de Santos, quanto da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho (Direp) de São Paulo, ambas da Receita Federal, participaram da operação. Os cães sinalizaram positivamente para a presença de droga e, aberto o contêiner, foram localizados, no meio da carga, diversos tabletes de uma substância branca que, após aplicação do narcoteste, revelou ser cloridrato de cocaína.

Em função das características observadas na operação, suspeita-se ter ocorrido a técnica criminosa denominada “rip-on/rip-off”, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.

A droga interceptada pela Receita Federal foi entregue à Polícia Federal, que acompanhou todo o trabalho de desova e prosseguirá com as investigações, a partir das informações fornecidas pela Alfândega.

Fonte Oficial: Receita Federal

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.