A Alfândega da Receita Federal no Porto de Santos localizou, nesta terça-feira, 10 de setembro, 1.482 kg de cocaína em uma carga de exportação.


publicado:
10/09/2019 18h10


última modificação:
10/09/2019 18h19

Equipe da Alfândega, através de critérios objetivos de análise de risco, incluindo a inspeção não intrusiva (raios X), selecionou uma carga de açúcar cristal com destino ao Porto de Antuérpia, na Bélgica, para conferência.

Durante a inspeção, houve indicação positiva dos cães de faro da Receita Federal para a presença de drogas, aumentando as suspeitas. No interior de um contêiner, foram encontrados 49 sacos “contaminados”, contendo pó branco suspeito de ser cocaína, totalizando 1.482 kg.

Essa foi a segunda maior apreensão de cocaína do ano no Porto de Santos. Em 8 de março, foram localizados 1.776 kg de cocaína em uma carga de limões com destino a Cartagena, na Espanha.

Em função das características observadas na ação de hoje, suspeita-se ter ocorrido a técnica criminosa denominada “Rip-Off modality”, em que a droga é inserida em uma carga lícita sem o conhecimento dos exportadores e importadores.

A droga interceptada pela Receita Federal foi entregue à Polícia Federal, que prosseguirá com as investigações, a partir das informações fornecidas pela Alfândega.

  RFB - ALF Santos - 1482kg - narcoteste 2.jpg

  RFB - ALF Santos - 1482kg -  Saco 4.jpg

Fonte Oficial: Receita Federal

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.