Notícias

Apreensão

O valor da droga chegaria a aproximadamente R$5 milhões no “mercado negro”


publicado:
19/02/2019 11h19


última modificação:
19/02/2019 11h24

Na última sexta-feira (15), durante fiscalização de rotina no Posto Esdras na fronteira com a Bolívia, equipe da Receita Federal abordou um passageiro de táxi clandestino com duas malas com fundo falso que continham, ao todo, 4kg de substância análoga à cocaína. O viajante, um boliviano de 24 anos, afirmou que receberia 700 dólares para deixar a droga na cidade de São Paulo/SP. A suposta droga e o boliviano foram encaminhados para a Polícia Federal.

Na manhã desta segunda-feira (18), também durante fiscalização de rotina no Posto Esdras, servidores da Receita Federal, com apoio de policiais militares de plantão, encontraram oculta em veículo brasileiro 158kg de substância análoga à cocaína (pasta base). O condutor do veículo e o passageiro fugiram do local ao receberem ordem para passarem o veículo pelo scanner. A droga apreendida, que estava escondida em fundo falso na carroceria de uma caminhonete, foi encaminhada para a Polícia Federal.

Fonte Oficial: Receita Federal

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.