O crescimento continuado da folha de pagamento é inviável tanto para o setor público quanto para o privado
(Arte: TUTU)

A proposta de Reforma Administrativa encaminhada ao Congresso pelo governo federal precisa evoluir. O tema é debatido no podcast FecomercioSP publicado nesta sexta-feira (4) por Adilson Abreu Dallari, membro do Conselho Superior de Direito da Federação, e Fábio Pina, assessor econômico da Entidade.

Leia mais sobre o tema:
Reforma Administrativa só mudará ambiente fiscal do País se alcançar todo o Estado
FecomercioSP pede corte de gastos públicos antes da reestruturação do sistema tributário nacional
Reforma tributária sem reforma administrativa?, por José Pastore
Entenda como a falta de modernização no processo administrativo tributário afeta a sua empresa

Na análise, Pina ressalta que o sistema de crescimento continuado da folha de pagamento é inviável tanto para o setor público quanto para o privado. “Esse inchaço da máquina pública principalmente com folhas de pagamentos e inativos faz com que o Estado seja um fim em si mesmo e não o gestor da coisa pública e não atende mais a nação. A nação está trabalhando para sustentar um grupo de pessoas cada vez maior”, diz.

Apesar do entendimento sobre a urgência em alterar esse modelo insustentável, o corte nos gastos públicos sempre enfrentou resistência. “Esta reforma é absolutamente necessária. O problema é que ela é politicamente complicada porque vai ter uma oposição dos atuais servidores”, diz Dallari.

Ouça o podcast

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcasts.

 

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.