Trabalhadores selecionam dentes de alho em linha de produção na Califórnia| Foto: Justin Sullivan/Getty Images/AFP
  • Gazeta do Povo, com The Washington Post
  • [26/06/2019] [21:24]

Os produtores de alho dos Estados Unidos não têm do
que se queixar quanto às tarifas impostas pelo presidente Donald Trump ao
produto importado da China. Desde o dia 9 de maio deste ano, a sobretaxa subiu
de 10% para 25%.

Essa é sua matéria grátis do dia. Assine agora e tenha acesso ilimitado.R$ 0,99 no 1º mês

Quando a tarifa ainda era menor, no último trimestre de 2018, a empresa Christopher Branch, de Gilroy, na Califórnia, já havia registrado aumento de 15% nos lucros.

A China lidera a produção e a exportação mundial de alho. Em 2017, segundo dados do Ministério da Agricultura (MAPA), os asiáticos respondiam por quase 80% da produção mundial, com 22,2 milhões de toneladas de um total de 28,2 milhões. Em segundo lugar, a Índia, com 1,7 milhão de toneladas. O Brasil aparece na 16ª posição, com 120,9 mil toneladas produzidas a cada ano.

Na foto acima, feita nesta semana (26/06), trabalhadores separam dentes de alho em linha de produção da marca Christopher Ranch em Gilroy, na Califórnia.

Fonte Oficial: Gazeta do Povo

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.