(Arte: TUTU)

O avanço do coronavírus no País demanda respostas em todas as esferas governamentais para que os desdobramentos da crise sobre os setores produtivos e sobre as atividades empresariais tenham efeitos menos graves, avalia a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Em três ofícios enviados ao governo federal, ao governo estadual e à prefeitura de São Paulo recentemente, a Entidade aponta quais medidas precisam ser priorizadas no que diz respeito a impostos e tributos. Alguns dos pleitos foram atendidos integralmente ou parcialmente.

Confira abaixo:

 

 

 

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.