A linguagem das atas do Comitê de Política Monetária (Copom) lembra o estilo empolado e burocrático do Conselheiro Acácio, famoso personagem do escritor português Eça de Queirós. A última ata divulgada tem um recado claro: a taxa Selic será mantida em 6,5% em 2019.

O Relatório Focus registrou nesta segunda-feira expectativas otimistas com uma projeção de inflação abaixo de 4% e taxa  Selic estável em 6,5% para 2019.

Comparando as projeções do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), constata-se que não seria necessário, em princípio, elevar a taxa de juros para manter o ritmo de aumento dos preços dentro da meta.

Se o Congresso aprovar uma reforma da previdência digna deste nome e não houver um tsunami na economia internacional, o preço do dólar não sobe muito, e consequentemente, não pressiona a inflação.

A expectativa é de que o preço do dólar fique próximo do atual patamar, em torno de R$ 3,70. Para o fechamento de 2020, a projeção ficou em R$ 3,75 por dólar.

Se este cenário for confirmado, há uma boa chance do Brasil crescer mais de 3% em 2019, contrariando aqueles que insistem em secar a política econômica do governo Bolsonaro.

Fonte Oficial: UOL

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.