O que tem em comum Lesoto, Marianas do Norte, Santa Helena, Terras Austrais Francesas, Ilhas Faroe, Guernsey, Ilha Christmas, Ilha Bouvet, Toquelau e Saara Ocidental? Além de serem lugares mais complicados de serem encontrados em um atlas, são os menores parceiros comerciais do Brasil. 

Juntos, esses dez territórios compraram US$ 74.422 em produtos brasileiros. E também não são clientes frequentes: só dois – Lesoto e Santa Helena – tinham negociado com empresas brasileiras em 2017.

Só para ter uma ideia do valor das compras desses pequenos clientes brasileiros: a soma do que compraram em 2018 corresponde a aproximadamente 36,5 segundos de exportações para a China, o principal cliente brasileiro no exterior.

LESOTO

  • Vendas em 2017: US$ 1.410.972
  • Vendas em 2018: US$ 13.499

As exportações para o Lesoto, um pequeno país de quase 2 milhões de habitantes que fica encravado na África do Sul, despencaram 99% no ano passado. Os principais produtos exportados para lá são calçados com parte superior de couro natural e bolsas de couro. Fortemente dependente da economia sul-africana, as expectativas de crescimento da economia não são muito favoráveis: crescimento médio anual de 1,2%, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI) para os próximos dois anos

ILHAS MARIANAS DO NORTE

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 13.215

Um estado livre associado aos Estados Unidos, as Ilhas Marianas do Norte ficam na Oceania, entre o Japão e Papua Nova Guiné. São um grupo de 14 ilhas, com pouco mais de 52 mil habitantes. No ano passado, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), compraram um único produto de empresas brasileiras: pasta química de madeira para dissolução.

SANTA HELENA

  • Vendas em 2017: US$ 21.843
  • Vendas em 2018: US$ 12.237

Um dos lugares mais remotos do mundo, mais conhecido por ser o lugar onde o imperador francês Napoleão Bonaparte foi exilado e morreu, esta possessão inglesa no Atlântico Sul comprou menos produtos brasileiros no ano passado. A queda foi de 44%. Os principais produtos exportados para lá são utensílios domésticos como esponjas, colheres, garfos e conchas.

TERRAS AUSTRAIS FRANCESAS

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 12.186

As Terras Austrais Francesas são um conjunto de possessões da Fran+11247ça no oceano Índico e incluem parte da Antártida reivindicada pelo país europeu. Com aproximadamente 300 habitantes, importou US$ 12.186 em mercadorias brasileiras. Os produtos que eles compraram foram móveis de madeira para quartos de dormir, açúcares em estado sólido e calçados de borracha ou plástico. 

ILHAS FAROE

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 11.247

As Ilhas Faroe são um território autônomo no Norte da Europa com aproximadamente 50 mil habitantes, cuja justiça, defesa e relações internacionais são feitas pela Dinamarca. No ano passado, comprou US$ 11.247 em produtos brasileiros: café torrado não descafeinado e carne de frango em pedaços e congelada.

GUERNSEY

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 7.384

Dependência da Coroa Britânica, localizada na costa da França, a ilha de Guernsey, com 66 mil habitantes, é um dos menores parceiros comerciais do Brasil. No ano passado, ela comprou US$ 7.384 em produtos brasileiros: óleos de petróleo ou de minerais betuminosos e chapas, folhas e tiras de borracha vulcanizada.

ILHA CHRISTMAS

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 3.400

A pequena ilha de 135 quilômetros quadrados, situada a 350 quilômetros da costa da Indonésia, é um território pertencente à Austrália. Com quase 2.000 habitantes, importou US$ 3.400 em mercadorias brasileiras no ano passado, segundo a Secex. Pedras preciosas ou semipreciosas trabalhadas foram o principal produto comprado do Brasil. O território também comprou obras feitas com pedras preciosas ou semipreciosas.

ILHA BOUVET

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 1.028

Possessão norueguesa no Atlântico Sul, localizada na região antártica, é coberta por glaciares e é conhecida por ser a ilha mais remota do mundo. Tem apenas uma estação de pesquisa que abriga até seis pessoas por períodos entre dois a quatro meses. Apesar de ser praticamente inabitada, recebeu pouco mais de US$ 1.000 em mercadorias brasileiras no ano passado. O território importou colchões para a estação de pesquisa.

TOQUELAU

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 224

Toquelau é um pequeno arquipélago na Indonésia, administrado pela Nova Zelândia. O pequeno território de 12 quilômetros quadrados tem cerca de 1.400 habitantes. No ano passado, comprou instrumentos e aparelhos automáticos para controle e regulação do Brasil, no valor de US$ 224.

SAARA OCIDENTAL

  • Vendas em 2017: US$ 0
  • Vendas em 2018: US$ 2

O Saara Ocidental, um território ocupado pelo Marrocos desde 1975 e que reivindica sua independência, tem 600 mil habitantes em uma área de 266 mil quilômetros quadrados. É, de acordo com a Secex, o parceiro comercial que comprou menos produtos brasileiros em 2018. Foram só US$ 2 em acessórios para motocicletas.

Fonte Oficial: Gazeta do Povo

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.