A Microsoft está realizando o evento Build 2019 e um slide vazado durante uma das conferências revelou que a empresa tem planos de levar a nova versão do navegador Microsoft Edge para diversas plataformas, incluindo ao Linux.

De acordo com as informações trazidas pelo Neowin, a versão revisada do navegador do Windows 10, que agora utiliza o mesmo motor do Google Chrome, deve chegar para as versões anteriores do OS da Microsoft e também no Mac, Linux, Android e iOS.

Microsoft Edge deve ganhar versão para Linux. (Fonte: Neowin/Reprodução)

Durante uma apresentação focada integralmente no navegador feita ontem (6), a Microsoft já havia revelado que o Edge chegaria nos dispositivos da Apple, mas ainda não tinha mencionado o Linux. O lançamento do navegador em diversas plataformas, inclusive para Windows 7 e 8.1, mostra que a Microsoft está querendo retomar o espaço no segmento de navegação para web, que já foi dominado por ela, mas atualmente é liderado pelo Chrome.

Além disso, a chegada do browser para macOSLinux é uma grande jogada da empresa para ganhar mais atenção dos desenvolvedores, que são o principal público-alvo das novidades apresentadas durante a Build.

Satya Nadella, o CEO da Microsoft, na Build do ano passado. (Fonte: The Verge/Reprodução)

Filosofia abrangente

Apesar da Microsoft ter sido uma empresa mais fechada no passado e o antigo CEO Steve Ballmer fazer constantes críticas ao Linux, a companhia está cada vez mais próxima do sistema de código aberto. Em 2018, a empresa até lançou uma plataforma de Internet das Coisas baseada no kernel open-source e, durante a Build deste ano, também revelou que trará suporte ao Linux no Windows 10.

Para a nova versão do Microsoft Edge, essa abertura da companhia é uma ótima notícia, pois além de chegar a mais desenvolvedores, o navegador também conseguirá atingir um público maior.

Durante a apresentação de ontem, a Microsoft deixou claro que a nova filosofia do Edge é ser abrangente e atender todos os usuários da web. O navegador chegará com funções que permitirão importar a interface de outros browsers e também baixar as extensões de concorrentes.

Além disso, o novo Edge vai contar com uma versão integrada do Internet Explorer, feita especialmente para abrir sites antigos e que não funcionam direito em navegadores atuais. Graças a utilização do Chromium, o browser também terá seus serviços constantemente atualizados, o que garantirá mais segurança na navegação.

Confira mais informações e baixe a versão de testes do Microsoft Edge baseado em Chromium neste site.

Fonte Oficial: TecMundo.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.