SÃO PAULO  –  (Ampliada às 13h22) As medidas de controle cambial surtem efeito e o dólar abre em forte baixa na ArgentinaApós a abertura do mercado de câmbio nesta manhã, o dólar caía 4%, cotado a 57 pesos no mercado interbancário. O governo do presidente Mauricio Macri anunciou, no domingo, medidas para restringir a compra da moeda americana.

Nas agências do Banco Nación, a moeda americana é negociado em torno de 59 pesos, queda de 2 pesos, depois de tocar brevemente na máxima de 63 pesos na abertura.

Mas num efeito colateral das medidas, a demanda no mercado paralelo fez o dólar “blue” subir para 64 pesos, abrindo um spread de 5 pesos em relação a cotação oficial nas agências bancárias. Em algumas casas, a moeda americana chegou a ser negociada a 68 pesos.

Medidas

O governo argentino determinou que as pessoas físicas poderão comprar até US$ 10 mil por mês, mesmo limite fixado para transfências ao exterior. As empresas não terão limites para compra da moeda americana, mas não poderão comprar a divisa para fazer caixa, apenas atender suas necessidades de pagamentos de dívida e comércio exterior.

Além disso, o governo determinou que as exportadoras terão de liquidar as divisas no mercado local num período entre 5 dias depois da cobrança ou 180 dias depois do embarque das mercadorias – 15 dias no caso de commodities.

Essas medidas complementam o anúncio feito pelo governo na sexta-feira, quando determinou que os bancos precisarão pedir autorização ao Banco Central argentino (BCRA) antes de enviar remessas de lucros para o exterior.

Fonte Oficial: Valor.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.