Marlon Wayans, ator conhecido pelos filmes As Branquelas e Todo Mundo em Pânico, admitiu interesse em viver Homem-Borracha nos cinemas. Recentemente, o comediante disse ao site Screen Rant que adoraria viver o personagem porque acredita ter o conjunto de habilidades cômicas necessárias para o papel. Wayans também comentou que as semelhanças não param por aí, pois seu corpo também é “flexível” como o do super-herói.

Wayans explicou que, independentemente de o personagem não ser negro nos quadrinhos, o filme pode acontecer, e passou a ideia de que a mudança viria como uma surpresa positiva. Também disse que seria divertido para ele e que precisa adicionar seu humor a essa produção.

Marlon Wayans(Fonte da imagem: IMDb/Reprodução)

Marvel e DC não param de expandir seus universos de heróis, mas, de todas figuras, o ator afirmou se só interessar por duas: Homem-Borracha e O Máskara, personagens que ele amaria interpretar, mas que podem não aparecer tão cedo nos cinemas. Já faz 25 anos que Jim Carrey interpretou O Máskara, e não há previsão para acontecer novamente.

Já para o Homem-Borracha, o site Hollywood Reporter noticiou que a DC e a Warner Bros. entraram em acordo para desenvolver um filme solo do herói. Ainda sem diretor, Amanda Idoko seria responsável pelo roteiro e Bob Shaye seria o produtor-executivo do longa, que reuniria ação e aventura com fidelidade aos quadrinhos.

Atualmente, Wayans está trabalhando na divulgação do filme Seis Vezes Confusão, que estreia no dia 16 de agosto na Netflix. Em uma ação inusitada, chegou a aparecer em uma sessão especial do filme em São Paulo, surpreendendo quem estava no local e arriscando algumas frases em português. O longa conta a história de Alan, um rapaz que cresceu achando que era filho único até descobrir que tinha cinco irmãos gêmeos, todos interpretados por pelo ator.

Fonte Oficial: TecMundo.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.