A empresa de entregas de alimentos britânica Just Eat recebeu pedidos de um acionista para acelerar sua tomada de decisões e estudar a venda de ativos não essenciais.

A Cat Rock Capital Management recomendou que o conselho da Just Eat avalie a possibilidade de vender sua participação minoritária na startup brasileira iFood, argumentando que a operação tem potencial de gerar 650 milhões de libras (US$ 755 milhões) que poderiam ser devolvidas aos investidores.

“Novos atrasos no planejamento e na tomada de decisões continuarão destruindo valor para os acionistas”, disse Alex Captain, fundador da Cat Rock, em comunicado, nesta segunda-feira.

A Just Eat enfrenta a crescente concorrência de novas concorrentes como Deliveroo e Uber Eats. A operação de entrega de alimentos da Uber Technologies pretende expandir as opções de pagamento das refeições pelos usuários e gerar mais negócios por meio de seu website, e não pelo aplicativo — parte fundamental do negócio da Just Eat.

“Temos uma estratégia clara em prática para entregar um valor sustentável a longo prazo aos nossos acionistas”, disse um porta-voz da Just Eat em comunicado.

O preço das ações da Just Eat caiu cerca de 26 por cento neste ano. No balanço do terceiro trimestre, divulgado no mês passado, a empresa com sede em Borehamwood, Reino Unido, reduziu suas perspectivas para o ano cheio do Ebitda ajustado, combinado com um guidance de receita maior, e fez observações sobre investimentos no ramo de entregas e na América Latina.

Um fundo de hedge pequeno, com cerca de US$ 850 milhões sob gestão, a Cat Rock é o 18º maior acionista da Just Eat, com participação de cerca de US$ 50 milhões, segundo dados compilados pela Bloomberg. A Cat Rock informou no comunicado que possui 13 milhões de ações, o que representa cerca de 2 por cento de suas ações em circulação.

A Cat Rock também detém investimentos na Takeaway.com e na Delivery Hero, segundo o comunicado, e é acionista da Just Eat há cerca de dois anos.

Fonte Oficial: Exame.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.