O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que mede a inflação na cidade de São Paulo, subiu 0,14% em julho, após ter avançado 0,15% em junho, segundo dados publicados nesta sexta-feira, 2, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe).

O resultado de julho ficou dentro das estimativas de 11 instituições de mercado consultadas pelo Projeções Broadcast, que variaram de altas de 0,13% a 0,31% no período, mas acima da mediana, de 0,13%.

Quatro dos sete componentes do IPC-Fipe mostraram aceleração em julho. Os custos de Habitação apresentaram alta de 0,54%, em ritmo menor do que a alta de 0,69% registrada em junho. Já Saúde subiu 0,46%, contra alta de 0,18% no mês anterior, enquanto Vestuário ganhou 0,39%, após cair 0,21% em junho. Educação também apresentou alta, de 0,48%, depois de avançar 0,02%.

Por outro lado, três itens mostram deflação em julho: Alimentação (-0,11%, de -0,51% em junho); Transportes (-0,14%, de -0,29%) e Despesas Pessoais (-0,33%, de 0,82%).

Veja abaixo como ficaram os componentes do IPC-Fipe em julho:

– Habitação: 0,54%

– Alimentação: -0,11%

– Transportes: -0,14%

– Despesas Pessoais: -0,33%

– Saúde: 0,46%

– Vestuário: 0,39%

– Educação: 0,48%

– Índice Geral: 0,14%

(Equipe AE)

Fonte Oficial: EM.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.