publicado:
14/02/2019 13h50


última modificação:
14/02/2019 15h13

A Inspetoria da Receita Federal em Natal/RN (IRF/Natal), encontrou, na tarde de ontem (13), no Porto de Natal, 160 caixas com tabletes de cocaína, acondicionados em cargas de melão, que seriam exportados para a Holanda. Os tabletes totalizaram 2.000 quilos.

A Polícia Federal foi chamada para realizar a apreensão da droga e dará continuidade às investigações para identificar os responsáveis.

A identificação do contêiner suspeito decorreu de informações levantadas na operação Cactus, realizada entre os dias 7 e 10 de fevereiro, pela Receita Federal, em conjunto com a Coordenação Geral de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho (Corep), Divisão de Vigilância e Repressão ao Contrabando e Descaminho da 4ª Região Fiscal (Direp04), Polícia Rodoviária Federal e a Polícia Federal.

Na noite da segunda-feira (11), em procedimento de fiscalização similar, foram identificadas 1,2 tonelada de cocaína, acondicionada em caixas de frutas (mangas) que seriam remetidas também para a Holanda.

As apreensões de cocaína, nesta semana, no Porto de Natal, totalizam portanto mais de 3 toneladas.

Fonte Oficial: Receita Federal

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.