De acordo com fontes da Reuters, a Huawei teria fechado uma parceria com o governo da Rússia e vai equipar 360 mil tablets no país até agosto do ano que vem com o sistema operacional Aurora OS. O acordo teria sido feito com a operadora estatal Rostelecom, que realizará o censo russo em 2020.

Além de ajudar na contagem populacional da Rússia, que possui cerca de 147 milhões de habitantes, a parceria também seria um “piloto” para testar o sistema operacional em produtos da companhia. Caso os resultados sejam bons, o OS poderia ser adotado como um possível substituto do Android no país futuramente.

(Fonte: 9to5Google/Reprodução)

O Aurora é desenvolvido pela Rostelecom e faz parte de um programa de incentivo do governo russo para uso de softwares abertos. O sistema operacional é baseado no Sailfish OS, software open-source de origem finlandesa.

Resposta aos Estados Unidos?

A Huawei ainda não confirmou as informações relatadas pela Reuters, mas este não é o primeiro indício que temos da companhia estendendo suas relações com a Rússia. Neste mês, a mídia do país também indicou que a fabricante chinesa teria planos de triplicar sua equipe de pesquisa e desenvolvimento em território russo.

As notícias vêm em meio ao banimento da Huawei nos Estados Unidos, que futuramente vai impedir a empresa de negociar com firmas como a Google, dona do Android. Além de estender sua atuação na Rússia, a empresa chinesa também reduziu sua equipe na Terra do Tio Sam por causa da guerra comercial.

Neste mês, a fabricante chinesa também apresentou seu sistema operacional próprio, o HarmonyOS. A solução não é voltada para smartphones, mas pode ser utilizada nos celulares da marca em casos de emergência, segundo a empresa.

Fonte Oficial: TecMundo.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.