A Niantic Labs, que ficou famosa por desenvolver Pokémon Go, recebeu críticas nesta semana por coletar dados de forma excessiva em seu novo game, Harry Potter: Wizards Unite. De acordo com uma reportagem do Kotaku, o aplicativo feito em parceria com a Warner captura informações do usuário mesmo quando não está em uso, mas aberto em segundo plano no celular.

O site obteve mais de 25 mil registros de localização do aplicativo que foram cedidos por 10 jogadores. Com as informações, a publicação descobriu que o jogo de Harry Potter captura cerca de três locais do usuário por minuto durante o gameplay, aproximadamente o dobro do que acontece em Pokémon Go.

(Fonte: iMore/Reprodução)

Um dos usuários teve um total de 2.304 localizações registradas pelo aplicativo durante cinco dias, em gameplay e também enquanto o jogo estava aberto em segundo plano. Em alguns casos, o game chegava a coletar até 13 atualizações de local por minuto. Com as informações vindas do aplicativo, os jornalistas do Kotaku conseguiram mapear toda a rotina do usuário e até descobrir aspectos de sua personalidade, como o gosto por fast-food.

Niantic responde

Ao falar com o Kotaku, a Niantic primeiramente negou que seu aplicativo coleta dados em segundo planos. Depois, a empresa disse que seu time de programação descobriu um bug no app para Android que permitia a coleta excessiva de informações. A falha, de acordo com a companhia, já foi resolvida.

Apesar de o mapeamento de informações já ser comum atualmente, o mapeamento de comportamento pode acabar gerando problemas de privacidade. Segundo a Niantic, as políticas da empresa garantem ao usuário a opção de pedir que seus dados sejam deletados dos servidores da companhia. Com isso, para quem pretende apagar seus rastros de Pokémon Go ou Harry Potter: Wizards Unite, basta entrar em contato com a firma.

Fonte Oficial: TecMundo.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.