O governo norte-americano se prepara para distribuir uma nova parcela da ajuda financeira – de US$ 16 bilhões – aos produtores prejudicados pela guerra comercial do governo Trump com a China. Os pagamentos começam no próximo mês. Eles se baseiam em critérios de danos semelhantes aos da primeira rodada de ajuda financeira e são projetados para evitar distorções nas decisões de plantio.

Em vez de taxas baseadas no tipo de cultura, o programa utiliza um mix de culturas cultivadas em cada município, com os produtores de milho obtendo a mesma taxa que os de trigo, por exemplo. A taxa de ajuda varia de US$ 15 a US$ 150 por acre, com um limite de US$ 500 mil por pessoa.

A ajuda aos produtores dará tempo ao presidente Donald Trump para resolver os acordos comerciais, segundo o secretário de Agricultura dos EUA, Sonny Perdue. Além das perdas pelas disputas comerciais, problemas com o clima e a superprodução global de grãos mantiveram os preços baixos para os agricultores, cuja renda caiu 16% no ano passado, metade do era em 2013.

Fonte Oficial: Gazeta do Povo

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.