Na última segunda-feira (21), o Google recebeu uma multa milionária da agência de proteção de dados da França. A companhia deverá pagar 50 milhões de euros por violar as regras de privacidade da União Europeia.

Segundo as autoridades francesas, o valor da multa foi “justificado pela gravidade das infrações observadas em relação aos princípios essenciais” do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR), que começou a valer em maio de 2018.

Com as novas diretrizes, as reguladoras podem multar as empresas em até 4% das vendas anuais globais. Tudo depende da gravidade do caso. Antigamente, o valor não poderia ser superior à 150 mil euros. A multa de 50 milhões de euros do Google foi a maior desde que a nova regulamentação foi colocada em prática.

Acusações

As autoridades da França consideram que o Google não foi transparente e claro com os usuários, lidando de forma ilegal com dados pessoais em suas plataformas, até mesmo no Youtube e Maps. O GDPR exige que as empresas usem uma linguagem clara e concisa para que qualquer um entenda como suas informações são tratadas.

Segundo as autoridades do país, a companhia não segue as regulamentações, dificultando o caminho do usuário na autorização para exibição de anúncios personalizados e na configuração de outros serviços.

Ainda não se sabe se o Google irá recorrer à multa. Em resposta ao episódio, a companhia afirmou que ainda está estudando os próximos passos, mas que se compromete a seguir os requisitos da GDPR,

Fonte Oficial: StartSe

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.