O segundo trimestre de 2019 trouxe alta nas principais atividades da pecuária ante o mesmo período de 2018, segundo pesquisa divulgada pelo IBGE nesta quinta-feira, 12. Houve alta no abate de suínos (5,2%), bovinos (3,5%) e de frangos (3,4%). Acredita-se que a demanda do mercado externo, especialmente da China, tenha impulsionado o setor.

Na contagem geral, foram abatidas 11,39 milhões de cabeças de suínos, 8,04 milhões de cabeças de bovinos e 1,42 bilhão de cabeças de frangos. O Paraná é o líder em abate de frangos, com 32,0% da participação nacional. O Mato Grosso continua liderando o abate de bovinos, com 17,8%, enquanto Santa Catarina encabeça o abate de suínos, com 26,8% da participação.

Em relação à aquisição de leite cru e de curtumes, também houve alta. Foram 5,85 bilhões de litros, indicando 6,9% a mais que o segundo trimestre de 2018. O couro teve aumento de 1,0%, com o total de 8,39 milhões de peças no período analisado.

Fonte Oficial: Gazeta do Povo

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.