Com a ajuda de startups, a Coca-Cola Brasil deseja inovar na cadeia de embalagens ou na embalagem em si, contribuindo para um mundo sem resíduos. Pensando nisso, a companhia lançou a plataforma Beyond Packaging e contratou a consultoria Innoscience por sua expertise deste tipo de desafios junto a startups. Empreendedores de todo o Brasil podem apresentar soluções inovadoras que, por exemplo, usem matérias-primas sustentáveis para reduzir o plástico envolvido nas embalagens ou diminuam o impacto na produção ou logística de produtos.

Se unindo às startups, a companhia busca trazer, principalmente, mais agilidade para o negócio. “Acreditamos cada vez mais no empoderamento de um ecossistema criativo para solucionar problemas coletivos. Plásticos nos oceanos é o tipo do desafio que é impossível resolver sozinho. Muito já se avançou nessa área e já existe muita colaboração entre empresas, municípios e terceiro setor, mas acreditamos que o componente de agilidade e criatividade das startups possa nos ajudar a ir além”, ressalta Selman Careaga, vice-presidente de marketing da Coca-Cola Brasil.

A Beyond Packaging é formada por dois programas: Connection e Aceleração. O primeiro é voltado para startups com soluções já testadas e validadas. Já o segundo busca projetos que precisam de aporte financeiro e técnico para se desenvolverem. Os empreendedores podem se inscrever até o dia 20 de agosto pelo site.

As startups selecionadas para a próxima fase participarão de um Pitch Day — com apresentações para executivos da Coca-Cola Brasil. Em seguida, serão direcionadas para o programa Connection ou Aceleração, respectivamente apresentando uma proposta de piloto ou aprofundando sua tese. As vencedoras poderão rodar um piloto com a companhia ou receber investimento para desenvolver um MVP (Produto Mínimo Viável). Saiba mais em www.beyondpackaging.com.br.

Fonte Oficial: StartSe

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.