O parque químico industrial na cidade chinesa de Yancheng onde no mês passado uma enorme explosão deixou 78 mortos e centenas de feridos. – AFP/Arquivos

O parque químico industrial na cidade chinesa de Yancheng onde no mês passado uma enorme explosão deixou 78 mortos e centenas de feridos será fechado definitivamente, informaram as autoridades locais.

A explosão em Xiangshui – um dos piores acidentes industriais no país em anos – destruiu vários prédios e danificou residências em bairros próximos, levando à evacuação de milhares de pessoas.

A decisão de fechar o parque químico industrial de Xiangshui foi adotada na sexta-feira, pelo governo local, informaram as autoridades à rede de televisão CCTV.

A província de Jiangsu já começou a fechar outras unidades químicas, com a intenção de reduzir à metade o número de indústrias químicas locais até 2020.

Segundo as autoridades, 187 pessoas que ficaram feridas na explosão, no dia 22 de março, permanecem hospitalizadas, duas em estado grave.

A explosão aconteceu na Tianjiayi Chemical, fundada em 2007, que tinha 195 funcionários e fabricava matérias-primas, entre elas um componente muito inflamável.

Em 2015 e 2017, a empresa havia sido multada por violar normas sobre águas residuais.

Três funcionários da companhia foram detidos pela polícia.

Em novembro passado, um vazamento de gás em uma fábrica química provocou uma explosão que deixou 23 mortos em Zhangjiakou (norte), uma das sedes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim 2022, situada a 200 quilômetros ao noroeste da capital chinesa.

Um dos acidentes industriais mais graves aconteceu em 2015, em Tianjin, no norte do país. Uma gigantesca explosão em um depósito de produtos químicos deixou pelo menos 165 mortos nesta cidade portuária a 120 quilômetros de Pequim.


Fonte Oficial: IstoÉ.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.