Na entrevista, o especialista também explica os três fatores que levaram à disparada do dólar
(Arte: TUTU)

As empresas que dependem da taxa do câmbio devem se preparar até o final do ano em razão da falta de expectativa de redução do preço da moeda doméstica (o real) em comparação com o dólar. No podcast FecomercioSP, o economista e consultor da Federação, André Sacconato, fala o que o empresário nessa situação deve fazer para se proteger contra oscilações inesperadas do dólar e não perder dinheiro.

“Nunca considere o câmbio como uma fonte de receita, independentemente de a empresa estar em uma posição positiva ou negativa nesse momento. A recomendação é colocar o dinheiro em fundo relacionado ao câmbio”, diz Sacconato.

Saiba mais sobre o dólar:
Entenda a alta constante do dólar e saiba o que fazer para proteger sua empresa
Como diminuir os efeitos da alta do dólar nos negócios

Na entrevista, o especialista também explica os três fatores que levaram à disparada do dólar, além da crise gerada pelo novo coronavírus: as quedas consecutivas da taxa básica de juros, a Selic; a diminuição da quantidade de dólar no Brasil; e o aumento do risco político do País por causa do ambiente conturbado.

Ouça o podcast aqui:

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcast.

 

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.