Companhia teve faturamento de R$ 86 milhões em 2018. Resultado é referente aos contratos com empresas parceiras e não inclui trabalhos realizados para os negócios do Grupo Wilson Sons

A Wilson Sons Estaleiros, empresa de construção naval do Grupo Wilson Sons, apresentou faturamento de R$ 86 milhões no ano passado, com crescimento de 27% em relação a 2017. O resultado é referente aos contratos com empresas parceiras e não inclui os trabalhos realizados para os negócios de rebocadores e apoio offshore do Grupo.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) da empresa também subiu 46% em comparação ao ano anterior e alcançou R$ 10 milhões devido ao aumento da construção de embarcações e das operações de docagem.

“Conseguimos obter um significativo avanço em nossos índices financeiros com a estratégia de atender ao mercado de manutenção, conversão e reparos. Estamos cada vez mais preparados para a retomada do setor, que ainda enfrenta desafios para o crescimento. Temos a melhor infraestrutura, práticas de segurança únicas no mercado, além de localização privilegiada, dentro do maior complexo portuário da América Latina”, ressalta o diretor executivo da Wilson Sons Estaleiros, Adalberto Souza.

Foram realizadas 24 docagens para seis clientes em 2018 contra 17 no ano anterior, registrando 675 dias de docagens no ano passado ante 235 em 2017. Souza destaca ainda três entregas de rebocadores, dois deles para a SAAM SMIT (SST Arara e SST Aranã) e um para a Wilson Sons Rebocadores (WS Sirius).

Este ano, a Wilson Sons Estaleiros receberá 20 embarcações para docagens das empresas Wilson Sons Rebocadores, Saam e Wilson Sons Ultratug Offshore. A atual carteira da empresa contempla ainda a construção de um rebocador da série de escort tug para a Wilson Sons Rebocadores.

Assessoria de Imprensa

Fonte Oficial: Cargo News

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.