Na edição,  a coluna “Pergunte ao Consultor” esclarece 11 mitos e verdades sobre o MEI
(Arte: TUTU)

O Microempreendedor Individual (MEI) precisa declarar, no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2021 o auxílio emergencial recebido? A resposta a esta pergunta é o tema de destaque da edição de abril do Expresso MEI, publicação editada pela FecomercioSP.

O boletim traz também uma série de dicas para o MEI que deseja obter sucesso nas vendas online, além de um passo a passo de como emitir a nota fiscal eletrônica para aqueles que atuam no setor de serviços.

Leia mais sobre impostos
Confira as novidades na declaração do IRPF 2021
FecomercioSP e CAT manifestam apoio e encaminham emendas à proposta de parcelamento de dívidas na capital paulista
Falta de regulamentação do Regime Optativo de Tributação da ST em São Paulo causa insegurança jurídica às empresas

Já a coluna “Pergunte ao Consultor” esclarece 11 mitos e verdades sobre o MEI, uma vez que o Brasil conta com mais de 11 milhões de Microempreendedores Individuais registrados, o que representa em torno de 55% dos Cadastros Nacionais da Pessoa Jurídica (CNPJs) no País.

Questões como a possibilidade de ter sócios, abrir uma filial e direito à Previdência Social estão entre os pontos levantados por Alexandre de Carvalho, CEO e fundador dos aplicativos Easymei, que oferece apoio à gestão do MEI, e do Easymei Contador, destinado aos profissionais da contabilidade.

O acesso ao Expresso MEI é gratuito. Para acessar o conteúdo completo, clique aqui e se cadastre.

 

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários