Podcast fala ainda dos números positivos da indústria, do desemprego; além de projeções da inflação, taxa de juros e necessidade de manutenção do Pronampe
(Arte: TUTU)

O cenário de paralisia que marca a política quanto às reformas se contrapõe com a dinâmica do comércio, que ainda tem duas datas comemorativas importantes para a economia antes de 2020 acabar. É diante deste cenário nacional e das turbulências internacionais que os integrantes do Conselho de Economia Empresarial e Política (CEEP) gravam o podcast da FecomercioSP de novembro.

“A impressão que passa é que existe dúvida no interior do governo sobre o que é prioritário. As reformas, embora necessárias, não avançam. A situação em Brasília vem sendo constantemente interrompida pelo calendário das eleições municipais e pelas restrições causadas pela pandemia do novo coronavíus. No Congresso Nacional, as reuniões virtuais não têm tido a capacidade de avançar além dos temas emergenciais”, relata Paulo Delgado, copresidente do Conselho.

Acesse mais conteúdos multimídia sobre a situação econômica do País
Terceira etapa de crédito do Pronampe deve aliviar fase final das medidas emergenciais
Assista: recuperação econômica brasileira após pandemia é uma incógnita
Ouça: aumento do gasto público deve se restringir ao enfrentamento da pandemia

Em contrapartida, os empresários estão preocupados com as datas comemorativas que ainda podem dar bons resultados antes do ano acabar, uma vez que diversas atividades ficaram impedidas de funcionar. “Temos dois eventos de fim de ano que podem ser uma bela oportunidade para ajustar – ou, até mesmo, reforçar – o caixa, e acho que as empresas têm de aproveitar o momento: a Black Friday e o Natal”, enfatiza Antonio Lanzana, também copresidente do CEEP, que ainda comentou os números positivos da indústria e a alta recorde na taxa de desemprego; além de projeções da inflação, taxa de juros e necessidade de manutenção do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe).

No cenário internacional, André Sacconato, economista e integrante do CEEP, faz uma análise sobre os reflexos da volta de um democrata à Casa Branca (Joe Biden), as novas diretrizes para os desenvolvimentos econômico e social divulgadas pela China e o dilema em torno da guerra comercial da tecnologia 5G. “Do lado internacional, trago boas notícias: a eleição americana já passo e não causou no mercado as preocupações que poderíamos imaginar. O então presidente Donald Trump ficou um pouco isolado entre os republicados, e parece que esta história de judicialização das eleições não vai para o nível federal, que era o grande medo do mercado”, explica.

Ouça o podcast

O conteúdo também está disponível no Spotify e no Apple Podcasts.

 

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.