O déficit público registrado em maio é quase a metade do apurado em 12 meses
(Arte: TUTU)

O recente e esperado anúncio da continuação do pagamento do auxílio emergencial aos trabalhadores informais e desempregados por mais dois meses não motivou o mercado. O Ibovespa caiu alguns pontos diante do aumento da taxa oficial de desemprego divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que subiu de 12,6% para 12,9% no trimestre que se encerrou em maio. O déficit consolidado do setor público, por sua vez, ficou em R$ 131,4 bilhões em maio, um número significativo, considerando que é praticamente metade de todo o déficit registrado em 12 meses – de R$ 283 bilhões.

Saiba mais no podcast Economix:

O programa também está disponível no Spotify e no Apple Podcast.

Ouça também
FED deve ampliar programa de empréstimos para emissão de dívidas corporativas
Aprovação do marco legal do saneamento amplia espaço para investimentos privados
Mercado espera novo estímulo monetário do Banco Central

Faça parte

Se você tem interesse na melhoria do ambiente de negócios para que a sua empresa possa crescer, conheça melhor a FecomercioSP. Você pode se tornar um associado e ter acesso a conteúdos e serviços exclusivos, além de descontos em eventos e outros benefícios.

Fonte Oficial: FecomercioSP

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.