Liderar é uma atitude que leva ao sucesso. Uma boa liderança exige posturas que inspiram, orientam, motivam e oferecem aos liderados o melhor caminho para gerarem resultados relevantes, além de moldar o seu crescimento profissional e pessoal. Atualmente, os cargos de liderança não se prendem mais a antiga prática de “dar ordens” e ser obedecido pelo time.

Segundo a pesquisa do Grupo Cia de Talentos “Carreira dos Sonhos” – realizado em nove países da América Latina, com 87 mil participantes somente no Brasil -, o grau de profissionais de alta liderança que confiam é de 63%. Esse indicador mostra que o desentendimento entre indivíduos e instituições ainda é grande, gerando desconfiança
e pouco resultado.

E como deveria ser o perfil ideal de um líder, em conjunto com o seu colaborador, para obter resultados mais efetivos? Atualmente existem ao menos sete tipos de liderança e, embora todas as qualidades destes líderes sejam importantes, é possível escolher de acordo com o perfil corporativo.

No meu livro, apresento os vários perfis de líderes, e ensino que o papel do líder inteligente é buscar pessoas com perfis diferenciados do seu para completar as habilidades que o gestor não tem. Por exemplo, se sou um líder inspirador, preciso de um time com autogestão, se sou um líder apaixonado, preciso de um time que funcione bem com esse modelo de liderança, e por aí vai.

Abaixo, confira os 7 perfis de líderes para se ter na empresa:

O professor

Esse perfil se destaca pela educação diferenciada e habilidade para lidar com futuros integrantes da equipe, além da capacidade de entender os públicos interno e externo da empresa. Ele tem que ser firme e responsável nas decisões, e motivar todos ao seu redor para que não caiam no comodismo, além de adotar uma postura firme e responsável. “O “professor” tem que ter uma compreensão dos pontos fortes e fracos de cada um do seu time, para elevar as qualidades individuais”, explica.

O apaixonado

Esse líder é aquele que sempre faz mais do que esperam dele e “veste a camisa” da empresa. Investe no relacionamento interpessoal, para melhor exercitar habilidades como o autodomínio, o autoconhecimento e a automotivação. O relacionamento interpessoal é de extrema importância, pois reflete diretamente na produtividade dos liderados, que se inspiram pelo exemplo. É aquele que melhor expressa a visão da empresa de maneira clara e direta, com cordialidade e senso de ética muito forte.

O experiente

A principal característica do experiente é ter a sabedoria para trazer equilíbrio entre razão e emoção, em momentos de decisões e conflitos. Moreira explica que esse perfil de líder valoriza os relacionamentos interpessoais e está sempre disposto a ajudar quem deseja melhorar e vencer seus desafios. Uma das suas habilidades mais importantes é o poder de contar histórias, o famoso “storytelling”, e saber instruir com eficiência novos colaboradores.

O defensor

Toda equipe precisa ter um plano de defesa caso algo dê errado, alguém que saiba como agir e tenha recursos, preparo e habilidades para perceber possíveis armadilhas e saber sair delas depois de ter entrado. Esse é o perfil defensor. No ciclo de uma liderança, é muito raro que haja estabilidade, por isso um líder que tenha o pé no chão, senso crítico e preparo técnico é essencial.

O inspirador

É aquele que tem o poder de motivar a equipe, sendo capaz de transformar qualquer adversidade em superação. Através da inspiração, é capaz de gerar resultados e satisfação. Cada time deve respeitar e valorizar as virtudes de cada indivíduo, por isso um líder inspirador utiliza do exemplo para atingir a todos. Ele é exemplo de conduta dentro da empresa e transmite isso pelo entusiasmo e pelos valores, desde questões como respeitar os horários e os colegas até seguir as regras da empresa. Esse líder deve estar sempre disponível, engajado e ter atitude positiva. Assim, ele encanta a equipe, que por sua vez encanta o cliente.

O gestor

É o especialista em gerenciar informações relevantes e criar planos de ações para atingir a máxima performance da equipe. Moreira conta que esse líder tem que ser ágil, centrado, objetivo e entusiasmado quando se trata de inovar, além de ser um bom estrategista. Em gestão, se faz necessário pensar nas estratégias, controle, planejamento estratégico, métricas, etc. Muitos líderes, por terem perfis dominantes, são impacientes, o que é um erro muito comum, e prejudica a equipe. Outros falham por não saberem usar, métricas, informações, relatórios, controle, sistemas ao favor da equipe. Uma boa gestão significa resultados atingidos, e o gestor sabe disso.

O visionário

O lema desse líder é: o propósito é maior do que a proposta. Para entender a convicção de um propósito, é preciso amar e ter paixão por aquilo que faz, e ninguém é melhor nisso que o visionário. Seu comprometimento com a empresa motiva a equipe, pois a vontade de querer sempre mais é capaz de fazer a equipe ficar acelerada, disposta, capaz de render mais e de maneira mais leve. Esse líder é aquele que não cansa nunca, se supera, e, como consequência, eleva a moral de todos em seu redor.

Agora você já sabe quais são os principais tipos de liderança que sua empresa precisa ter. É claro que o cada perfil de líder e cada empresa tem suas particularidades, e englobar todas é uma tarefa complicada, mas não impossível.

A grande diferença entre empresas de sucesso e fracasso está nos sentimentos inspirados pelo líder e na atmosfera da organização, na emoção do time. Sentimentos são o principal combustível das pessoas.

*Por Leandro Moreira,  empresário, palestrante, especialista em liderança corporativa e em desenvolvimento de equipes de alta performance. Fundador de uma escola de computação gráfica onde desenvolveu um treinamento de liderança interna, conquistou 900 colaboradores, mais de 20.000 alunos, e uma rede de escolas próprias com 16 unidades.

Fonte Oficial: IT Forum 365

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.