Hollywood tenta adaptar animes há muito tempo, mas nem sempre a mudança de formato (e de público) honram a relevância das animações japonesas. Embora existam exemplos bem-sucedidos, como Samurai X ou Pokémon: Detetive Pikachu (que não é exatamente uma adaptação, mas funcionou), o histórico é negativo.

Basta ver o exemplo recente de A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell, que tentou misturar elementos da animação, com o formato hollywoodiano de cinema. O resultado foi um fracasso de bilheteria, com críticas moderadas. Isso para não falar do desastre que foi a tentativa de adaptar Dragon Ball.

Pensando nisso, preparamos uma lista com 10 animes de Hollywood jamais deveria tentar adaptar.

One Punch Man

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

One Punch Man é uma espécie de antítese do cinema hollywoodiano. Ou, pelo menos, de parte dele. Embora existam filmes de heróis que não sigam o formato dos grandes blockbusters, ou alguns que até fazem sátira do estilo, One Punch Man é muito mais complexo que estas obras. O humor do anime é está nas situações improváveis, e conseguir levar isso para o cinema seria o primeiro desafio apenas.

Code Geass

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

Este é um anime que poderia ser adaptado para o cinema, mas não funcionaria seguindo a lógica de Hollywood. A trama de Code Geass é complexa, os personagens possuem camadas e a ideia de herói e vilão não estão presentes aqui. Embora a história não possua elementos difíceis de transpor à linguagem cinematográfica, fazê-lo de forma que não diminua as discussões deste anime exigiria uma narrativa mais densa e, talvez, arrastada.

Serial Experiments Lain

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

A principal dificuldade aqui seria conseguir passar a estranheza do anime para o público. Além disso, Serial Experiments Lain não tem como elemento principal as cenas de ação. Seria necessário um diretor que soubesse trabalhar com ficção científica e soubesse adaptar a esquisitice deste anime para uma linguagem mais ocidental. Embora isso pudesse funcionar nas mãos certas, poucos estúdios iriam se arriscar em um projeto tão denso como esta adaptação.

Elfen Lied

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

Além da temática delicada de Elfen Lied, este anime tem muitos elementos de terror, o que significa que uma adaptação hollywoodiana iria deixar muitas coisas importantes de lado – ou, pelo menos, amenizar um pouco. Por mais que o anime pudesse cair nas mãos de um bom diretor, é mais provável que o estúdio exigisse que ele deixasse de lado temas envolvendo o assassinato de crianças, por exemplo. Ainda assim, seria um bom filme de terror, mas não uma boa adaptação.

Attack on Titan

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

É difícil imaginar uma adaptação de Attack on Titan para Hollywood que não fosse um filme focado em cenas de ação e personagens em busca de vingança ou redenção. Mas este é um anime muito mais denso e um bom live-action precisaria saber trabalhar melhor a construção de personagens e conflitos internos, algo que poderia se perder em uma mega produção. Este ainda seria um caso de um filme que iria depender de um orçamento muito grande para poder ser feito, o que significa que ele precisaria de um retorno financeiro muito alto. Ou seja, uma boa adaptação provavelmente nunca seria aprovada.

Akira

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

Há anos Akira vem sendo cogitado para ganhar um live-action em Hollywood. Para o bem ou para o mal, o projeto nunca avançou muito. Este é um dos animes (e mangás) de ficção científica mais importantes da história e adaptá-lo exigiria desenvolver uma trama com a paciência que ela exige. Um bom exemplo, para demonstrar a dificuldade de adaptar este anime, é A Vigilante do Amanhã, que também tem elementos sci-fi em uma história muito densa e contemplativa. Mexer com histórias consagradas já é uma decisão delicada para um grande estúdio, correr o risco de não acertar é ainda mais perigoso.

Todos os animes do Studio Ghibli

(Fonte: IMDb/Reprodução)
(Fonte: IMDb/Reprodução)

O Studio Ghibli foi responsável por algumas das histórias mais poéticas da animação japonesa. Seu co-fundador, Hayao Miyazaki, é um dos maiores nomes da animação mundial. E isso foi construído com obras que trabalham cada um dos seus elementos com cuidado, possuem personagens riquíssimos e com dramas muito sensíveis. Os animes do Ghibli também dependem dos elementos típicos da animação, e uma adaptação live-action teria dificuldade para conseguir passar o mesmo peso para a história.

Cupons de desconto TecMundo:

Fonte Oficial: TecMundo.

Comentários/Comments

Os textos, informações e opiniões publicados neste espaço são de total responsabilidade do(a) autor(a). Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do VIP CEO.